Quinta, 07 de Julho de 2022
25°

Pancada de chuva

Arcoverde - PE

Anúncio
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Projeto institui dia de conscientização sobre síndrome que causa secura nos olhos e na boca

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados Pastor Gil: data já é celebrada em outros países O Projeto de Lei 997/22 institui o Dia Nacional de Conscienti...

16/05/2022 às 19h50
Por: Roberto Albuquerque Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Pastor Gil: data já é celebrada em outros países - (Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados)
Pastor Gil: data já é celebrada em outros países - (Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados)

O Projeto de Lei 997/22 institui o Dia Nacional de Conscientização e Enfrentamento da Síndrome de Sjögren, a ser celebrado em 23 de julho. A proposta, em análise na Câmara dos Deputados, foi apresentada pelo deputado Pastor Gil (PL-MA).

A Síndrome de Sjögren é uma doença autoimune crônica que afeta as glândulas produtoras de lágrimas e saliva, causando secura nos olhos e na boca. Também pode acometer outros órgãos como a pele, os pulmões, os rins e o sistema nervoso. Trata-se de uma enfermidade reumática inflamatória que se manifesta mais em mulheres de meia idade.

O tipo do tratamento vai depender dos sintomas e da sua gravidade. No caso de secura nos olhos, poderão ser utilizadas lágrimas artificiais. Remédios anti-inflamatórios poderão ser usados para combater manifestações mais graves.

“O propósito do projeto de lei é conscientizar sobre a Síndrome de Sjögen e ajudar na elaboração de políticas públicas de saúde e educação de enfrentamento da doença, especificamente no dia 23 de julho a ser celebrado no Brasil, como já ocorre mundialmente”, afirma Pastor Gil.

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários