spot_img

Delegada Gleide Ângelo define execução de projetos junto às secretárias de Carpina

Plano de ação foi desenvolvido com as gestoras da Mulher e de Administração do município

Menos de uma semana após participar da inauguração da Secretaria da Mulher e anunciar que destinaria emenda parlamentar para Carpina, a Delegada Gleide Ângelo voltou à cidade da mata norte para uma reunião com as secretárias da Mulher, Marta Guerra, e de Administração, Izaura Pessoa de Moura, e suas equipes. A deputada apresentou o encaminhamento do programa da Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco para a implantação de cursos e oficinas profissionalizantes para as munícipes. Em contrapartida, as gestoras indicaram quais os perfis de cursos e de trabalho com maior demanda para a rápida geração de renda e aquecimento da economia local.

Carpina se destaca na região pela força do comércio, em especial no campo automotivo. No entanto, ainda são poucas as mulheres que se sobressaem na área e o investimento no empreendedorismo aparece como uma alternativa afirmativa – assim como para quase 24 milhões de mulheres em todo o país (Sebrae, 2019). “Trabalhamos a política do incremento econômico feminino, mas não podemos homogeneizar as capacitações. Cada município tem suas peculiaridades e necessidades, por isso, preciso de perfis que atendam a cada realidade. De que adiantaria levar uma oficina que não tem retorno financeiro? Seria um elefante branco”, explicou a Delegada fazendo referência à expressão política que designa as obras públicas de muito marketing e pouca utilidade. Uma vez definidos, os cursos devem ser implementados na cidade ainda no primeiro semestre.

PAUDALHO – Mais cedo, a Delegada também esteve em Paudalho, a 49km da capital, onde participou do programa A Voz do Povo, na Paudalho FM. A parlamentar comentou sobre as causas da violência contra as mulheres e como costumes patriarcais ainda excluem as mulheres dos mais diversos espaços de fala e de poder. Questionada sobre o trabalho no legislativo, a Delegada apresentou sua prestação de contas, com mais de 35 projetos de leis aprovados em áreas como educação, cultura, economia e de enfrentamento à violência, com o reconhecimento da situação de vulnerabilidade de muitas mulheres e a necessidade da criação de uma rede de apoio e proteção para elas em todo o estado.

spot_img

Faça seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img

Siga-nos!

2,198FãsCurtir
148SeguidoresSeguir
5,860InscritosInscrever

Últimas postagens