spot_img

Arcoverde: Zirleide questiona pagamentos feitos com recursos dos R$ 6 milhões da Covid-19

A vereadora da oposição, Zirleide Monteiro (PTB), cobrou na noite desta segunda-feira (24) mais ação e resultados por parte da prefeita de Arcoverde, Madalena Britto (PSB), no combate a pandemia da Covid-19. Segundo ela revelou, na última sexta-feira (21), a prefeitura do município recebeu mais de dois milhões e quatrocentos mil reais (R$ 2.475.997,00) para o combate ao novo coronavírus em Arcoverde. Com isso, o governo Madalena já recebeu mais de R$ 6 milhões para o enfrentamento a pandemia.
“Venturosa está fazendo um hospital com 1 milhão de reais; Buíque gastou outros 2 milhões para construir e equipar seu hospital e estão entregando a população uma estrutura permanente, não provisória. E Arcoverde, qual vai ser a herança deixada pela prefeita? Nenhuma! Infelizmente! Ou melhor, vai deixar como herança o atestado de culpa dado com o enterro da CPI que visava investigar os desvios, roubos, na Secretaria de Assistência Social do município”, afirmou Zirleide Monteiro.
Ela também aproveitou a sessão para levantar um pagamento suspeito feito com recursos da Covid-19 no valor de R$ 52.564,00 em nome da empresa Mawed Comercial LTDA, referente a compra de EPIs destinado as unidades de saúde. Segundo a parlamentar trabalhista, o valor foi empenhado e pago no dia 27 de março, mas no dia 15 de maio esse pagamento teria sido anulado e novamente pago no dia 29 de maio.
“Que mistério é esse, minha gente? E sabe de onde é essa empresa que veio cair aqui em Arcoverde? De Goiás, a terra do rei do gado. Não sei se alguém conhecido de Arcoverde tem fazenda por lá, mas o problema não são os bois, mas que coelhos tem dentro dessa história. Porque cerca de dois meses depois se anula um pagamento e 15 dias depois se refaz o mesmo pagamento?” questiona a vereadora.
Ela informou que vai levar a suspeita ao conhecimento do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, pois existiriam outros casos suspeitos nos pagamentos feitos com os recursos da Covid-19 em Arcoverde.
A vereadora Zirleide Monteiro encerrou sua fala cobrando o pagamento integral dos salários dos servidores da Educação, professores, que tiveram seus salários reduzidos a 55% sob a alegação da crise provocada pela pandemia. “Que crise? Nunca se viu tanto dinheiro nas prefeituras como agora. Não é justo que esses profissionais estejam recebendo salários pela metade enquanto cargos comissionados estão recebendo dinheiro extra sob a alegação de que estão trabalhando finais de semana”, finalizou.

spot_img

Faça seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img

Siga-nos!

2,198FãsCurtir
148SeguidoresSeguir
5,860InscritosInscrever

Últimas postagens