spot_img

CURSO VAI MOSTRAR O CONCEITO HALAL NA PRODUÇÃO

O curso online “O Mundo Islâmico 2021 – Oportunidades e Desafios para o agronegócio brasileiro em um cenário Pós-Pandemia” vai tratar, entre outros temas, do conceito Halal no processo produtivo.

O evento é promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pela Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras).

As inscrições para participar são gratuitas e estão abertas aqui. Os encontros acontecerão nos dias 17 e 24 de junho e 1º e 8 de julho, das 9h às 11h. As palestras serão ao vivo por meio da plataforma virtual Zoom.

O curso vai debater oportunidades e desafios para o agronegócio do Brasil no mercado Halal. Dividida em quatro módulos, a programação vai abordar assuntos como aspectos culturais e inteligência de mercado, relações comerciais, certificação dos produtos Halal e finanças islâmicas, entre outros.

As palestras trarão a experiência de profissionais do setor privado, governo e academia. Cada encontro abordará um assunto específico e será dividido em blocos temáticos, totalizando 11 módulos.

O curso é indicado para profissionais do setor agropecuário, do segmento agroexportador, funcionários do serviço público das áreas de comércio exterior e diplomacia, imprensa, academia e demais interessados no assunto.

A iniciativa tem apoio da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira (CCAB) e da Academia Halal do Brasil. Ao final, a CNA e a Fambras emitirão certificados eletrônicos para os inscritos com a participação mínima de 75% de acompanhamento das palestras.

Mercado – Estimado em 1,8 bilhão de pessoas em todo o mundo (25% da população), o mercado muçulmano é pujante e crescente. Segundo o relatório Thomson Reuters sobre o estado da economia global islâmica 2017-2018, a estimativa é que o setor de alimentação Halal passe a movimentar US$ 1,38 trilhão por ano até 2024.

A receita das exportações brasileiras de bens agropecuários para os 57 países-membros da Organização para Cooperação Islâmica (OCI) saiu de US$ 2,2 bilhões, em 1997, para US$ 18 bilhões em 2020. Do Norte da África ao Sudeste Asiático, esse grupo de países foi o segundo maior cliente do agronegócio brasileiro em 2020 – atrás apenas de China (US$ 34 bilhões).

O Brasil é o maior exportador de carnes de bovinos e de aves com certificação Halal e atende a mais de 50% desse mercado. Além das proteínas animais, produtos como açúcar, milho, soja, óleo de soja e, mais recentemente, cafés e frutas tropicais também são destaque na pauta de exportações.

spot_img

Faça seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img

Siga-nos!

2,198FãsCurtir
148SeguidoresSeguir
5,860InscritosInscrever

Últimas postagens