spot_img

Trabalhadores denunciam o secretário de Saúde de Caruaru ter “furado a fila” para a vacinação contra a Covid-19

Trabalhadores da saúde de Caruaru denunciaram ao Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem de Pernambuco (SATENPE) que o secretário municipal de Saúde, Helder Breno Feitoza, “furou a fila” para a vacinação em combate à Covid-19. Profissionais também alertaram que o município não revelou nomes de alguns cidadãos que foram imunizados no Portal da Transparência.

Segundo os profissionais de saúde da cidade, o gestor, que é enfermeiro, atua apenas na Prefeitura e não está na assistência em nenhuma unidade de saúde do município. A primeira dose foi aplicada no dia 19 de janeiro. Nesta fase, apenas profissionais de saúde que estavam em áreas específicas como UTIs, urgências e emergências poderiam ser imunizados.

O secretário Helder recebeu a segunda dose no dia 23 de fevereiro. As informações das datas das aplicações estão disponíveis no site da Prefeitura de Caruaru, neste link: https://caruaru.pe.gov.br/portal-da-transparencia/
Portal da Transparência | Prefeitura Municipal de Caruaru
Praça Senador Teotônio Vilela, S/N Centro CEP – 55.004-901 – Caixa Postal 147 – Caruaru/PE Telefone: (81) 3701-1156 E-mail: ouvidoria@caruaru.pe.gov.br
caruaru.pe.gov.br
. Na planilha, o nome do gestor está no número 992.

Neste mesmo documento, há diversos espaços em branco. A Prefeitura não publicou o nome de alguns beneficiados com a vacinação, a exemplo dos números: 1708, 1899, 2388, 2524, 2556, 2604, 3165, 3244, 3298, 3300, 3302, 3322, 3351, 3355, 3402, 3451, 3722 e 3800.

No último dia 19 de março, conforme informaram os trabalhadores, a cidade recebeu 5.928 doses da CoronaVac, vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac. Apesar desses números, há registros de profissionais que não foram imunizados e estão na linha de frente em combate ao novo coronavírus.

O SATENPE avaliará as possíveis irregularidades e tomará as providências cabíveis.

DECISÃO ARBITRÁRIA – Na última quarta-feira (31/03), o SATENPE recebeu uma notificação impedindo por meio de liminar, em 1ª instância, o ato de greve ou de qualquer paralisação dos trabalhadores da enfermagem de nível médio da rede municipal de saúde de Caruaru, que aconteceria nesta quinta (1º) por 24h. A decisão foi proferida pelo juiz Rommel Silva Patriota da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Caruaru.

As principais queixas da categoria são: inexistência de isonomia na carga horária acordada (30h semanais), falta do adicional de insalubridade em grau máximo (40%), ausência de segurança nas unidades de saúde do município e a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), a exemplo da máscara N95.

spot_img

Faça seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img

Siga-nos!

2,198FãsCurtir
148SeguidoresSeguir
5,870InscritosInscrever

Últimas postagens