MPPE investiga “fantasmas” na Câmara de Serra Talhada

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) está investigando a suposta existência de funcionários fantasmas agregados à Câmara de Vereadores de Serra Talhada. O MPPE converteu, neste mês, o procedimento preparatório 003/2016 para instaurar o inquérito civil 001/2017 visando dar continuidade à apuração de tais suspeitas.

A informação foi divulgada no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta quinta-feira (20) assinada pelo promotor de Justiça Felipe Akel de Araújo.No Diário, o Ministério Público justifica a necessidade da abertura do inquérito afirmando que ainda é preciso coletar informações indispensáveis sobre os fatos investigados. São considerados “funcionários fantasmas” pessoas que estão nomeadas para atuar na máquina pública, mas que não cumprem as atribuições que lhe cabem.

Ao site Farol de Notícias o presidente da Câmara, Nailson Gomes (PTC), para disse que não estava sabendo da investigação e que até o momento a Câmara Municipal não recebeu qualquer notificação do Ministério Público.

Nailson apontou também que o procedimento foi aberto pela Promotoria em 2016, quando a Casa era coordenada pelo vereador Agenor de Melo Lima. “Por isso não compete a mim comentar isso, já que o procedimento não foi aberto na minha gestão”, afirmou. O vereador Agenor de Melo não foi localizado pelo Farol.

QUER RECEBER MATÉRIAS DO NOSSO BLOG – Manda um zap para nossa redação com a palavra Notícia (87.99946.0041)
QUER ANUNCIAR NO BLOG MAIS ACESSADO DO SERTÃO DE PERNAMBUCO – Ligue agora mesmo para nossa área comercial: 87.99946.0041 / 0042.
VOCÊ REPÓRTER – Envie sugestões de pauta para nosso blog 87.99946.0041 / 0042 ou tribunadaregiao@hotmail.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação contra spams * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.