Humberto destaca que novo programa do MEC dará mais qualidade ao ensino

24937469130_5a24d5c8b0_k (1)

A partir do segundo semestre deste ano, o Governo Federal vai oferecer 105 mil vagas em instituições federais para a formação complementar de professores que já estão dando aulas na rede pública de ensino, mas que não possuem a especialização da disciplina que ministram. Serão oferecidas 24 mil vagas em instituições federais e outras 81 mil por meio da Universidade Aberta do Brasil.

Chamada de Rede Universidade do Professor, a proposta tem o intuito de reduzir o número de professores que lecionam disciplinas para as quais não têm a formação especializada. Um levantamento feito pelo Ministério da Educação (MEC) com base nos dados do Censo 2015 mostrou que, entre os 709.546 professores efetivos que lecionam nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio em todo o país, 334.717 têm a formação para a disciplina que ensinam em sala de aula, enquanto 374.829 necessitam complementar a formação superior.

“Fica claro, com mais esse programa, que a educação é uma prioridade do Governo Dilma. Precisamos de uma boa formação dos professores, isso é fundamental. Consequentemente, os estudantes terão acesso a um ensino com muito mais qualidade e o Brasil vai avançar em conhecimento”, avaliou o líder do Governo no Senado, Humberto Costa (PT-PE).

O senador destacou, também, que o Ministério da Educação já informou que, se todas as vagas forem preenchidas, serão buscadas alternativas em instituições de ensino superior privadas para atender à demanda extra que poderá surgir.

Inscrições

O Ministério da Educação já divulgou o calendário de atividades do programa. As inscrições para os docentes interessados em ingressar na Rede Universidade do Professor começam já a partir do dia 5 de abril e seguem até o dia 5 de maio. A candidatura à vaga deverá ser feita por meio do site  Plataforma Freire (http://freire.capes.gov.br) O resultado está previsto para ser divulgado até o dia 30 de junho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação contra spams * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.