Coluna Roberto e Romero 05/01/18 – Fantasma da Burra

Fantasma da Burra:  Mesmo morta, a burra, que deixa de desfilar em Arcoverde no Carnaval de 2018 domina parte de debates na volta dos trabalhos da Câmara Municipal, na última sexta-feira, 02 de fevereiro. O tema foi amplamente explorado pela oposicionista Zirleide Monteiro (PTB), que disse que a prefeitura não tem compromisso com a cultura. Citou o atraso dos cachês dos artistas no são João, a falta de apoio a eventos como a Burra e a Carroçada Natalina e a situação do Cinema Rio Branco foi contraponteada pelo Vereador Siqueirinha que assim que a prefeitura ofereceu apoio ao bloco, mas que o município não pode custear integralmente um bloco privado. 

 

JUSTIÇA FEITA – Depois de muita luta, a Câmara Municipal de Arcoverde finalmente aprova um projeto que melhora as condições de trabalho dos dentistas efetivos da cidade. Segundo Bruno Marinho, que usou a Tribuna da Câmara, a categoria pleiteava: Valorização dos profissionais, com o comprimento ao edital do concurso realizado em 2014 equiparação e tratamento e semelhante dados a outras categorias e reposição de salários para compensa inflação .

Anúncios

JARDIM PETRÓPOLIS – Zirleide destacou o seu empenho em conjunto com os deputados Zeca e Júlio para viabilizar junto a Compesa  a instalação de 311 metro de tubulação, que beneficiou a comunidade do jardim Petrópolis em Arcoverde.  

 

USB BATIZADO – a vereadora Luíza Margarida apresentou projeto em que denomina a USB do tamboril como nome Juarez Medeiro Padilha .

 

Candidatos da terra – Ao que tudo indica o pleito de outubro poderá ser municipalizado em Arcoverde. Como se sabe, os irmãos Cavalcanti serão candidatos à reeleição. Zeca tentará renovar seu mandato de Deputado Federal e Júlio Cavalcanti buscará renovar seu mandato de Deputado Estadual.  Eduíno Brito, que teoricamente contaria com o apoio da prefeita Madalena está trabalhando dia e noite para sua reeleição e a essa altura já tem um plano “B” caso a prefeita apóie o filho para deputado.   Em relação ao filho da prefeita, Madalena ainda não se pronunciou ainda, mas André Brito, já anda os quatro cantos da cidade acompanhado pelo vice prefeito Wellington Araújo. A prefeita não confirma a candidatura, mas também não a nega, ou seja, deixa o bloco solto na rua para ver se ele ganha corpo. Alheia a tudo isso, a vereadora mais votada no último pleito, a Dra., Cybele Roa recebeu no domingo em sua residência o Deputado Federal licenciado e atual Secretário de Transportes estadual, Sebastião Oliveira, que, sob os olhares de lideranças locais e de prefeitos, ex prefeitos e vereadores da região, convidou a médica para concorrer a uma vaga à Alepe.

Banners

Bom senso – Arcoverde é uma cidade que evoluiu politicamente, não vive mais sob a batuta dos coronéis e não há mais espaços para projetos de oligarquias, que é o regime político em que o poder é exercido por um pequeno grupo de pessoas, pertencentes ao mesmo partido, classe ou família. Considerando essa situação, bem que as lideranças locais deveriam abrir mãos de projetos familiares e se empenharem em prol de uma candidatura independente. O nome de Cybele Roa bem que poderia colocado na mesa. Tem bom transito entre as várias lideranças da cidade e seria uma opção para Madalena, caso o seu pré candidato não decole.

Anúncios

Erivaldo Monteiro  – Caso Cybele Roa consiga chegar a Alepe, assume a vaga de vereador o sogro do Deputado Eduíno Brito, o ex vereador Erivaldo Monteiro, que assumiu a vaga em Arcoverde na ocasião da morte do ex vereador Jairo Freire.

 

 

 

LBV

Bancada seguirá o Estadual de Madalena? A prefeita Madalena Brito conta com oito vereadores em sua base: São eles: Célia, Everaldo Lira, João Taxista, Siqueirinha, Luíza Margarida, Geraldo Vaz, Cleriane e Cybele. Tirando Cybele que será candidata, sobram sete, alguns deles com compromissos com outros estaduais.  Será que a prefeita liberará sua bancada para que apóiem outros deputados estaduais, uma vez que eles também ajudaram o governo da prefeita, alocando emendas e ajudando Arcoverde nesses tempos de crise?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação contra spams * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.