spot_img

Inscrições abertas para o Congresso Internacional Sesc de Arte/Educação

Estão abertas as inscrições para a sétima edição do Congresso Internacional Sesc de Arte/Educação, promovido pelo Sesc Pernambuco, Universidade Federal de Pernambuco e Sebrae. O evento vai acontecer de modo online entre os dias 26 a 28 de outubro, com palestras, conferências, livraria virtual e galeria de exposição. Além disso, serão oferecidos 35 cursos, que vão acontecer, também de forma remota, em novembro.

 

Esta edição terá a participação de nomes nacionais como Ana Mae Barbosa, Amir Haddad, Leonardo Boff e João Cândido Portinari, e internacionais, as argentinas Chiqui Gonzalez e Amanda Pacotti, a mexicana Rosalinda Cáceres e o colombiano Jorge Melguizo. A programação completa do Congresso está disponível no http://congressoarteeducacao.sescpe.com.br, onde é possível realizar a inscrição, que inclui, além do acesso às atividades, a submissão de um artigo científico do participante. O valor é de R$ 140 para o público geral e de R$ 70 para comerciários e dependentes com o cartão do Sesc atualizado, estudantes, professores e técnicos administrativos da UFPE.  Para quem tem o Cartão do Empresário, o desconto é de 25 %, sobre o valor do público geral e de 10% para empresários do setor de bens, comércio e turismo.

 

“Não temos como pensar no desenvolvimento social sem educação, não apenas a formal e didática, mas também a que estimula o questionamento, a criticidade e a autonomia de cada pessoa. Por isso, o enlace com a cultura é fundamental”, comenta o diretor Regional do Sesc Pernambuco, Oswaldo Ramos. Homenageando a bailarina, professora, coreógrafa e pesquisadora Angel Vianna e Madre Armia Escobar, fundadora do Centro Educativo de Comunicação Social do Nordeste, do grupo de Teatro de Bonecos e do Arraial Intercultural de Circo do Recife, o Congresso terá como tema “Experiências criadoras: (des)memórias nos desafios presentes”.

 

O Congresso é realizado desde 2008, por meio do Sesc Piedade, e reúne, em média, mil pessoas a cada edição. No público, estão professores, mestres, doutores e educadores, pesquisadores, estudantes e demais pessoas interessadas em pensar propostas pedagógicas.

 

Esta é a primeira vez que o Congresso acontece no formato digital. No ano passado, devido à pandemia da Covid-19, a edição foi adiada e, agora, para manter a robustez, qualidade e segurança, vai acontecer online. “Já é um evento referência no campo da educação e agora, com esse formato, vai permitir que pessoas de mais regiões e países possam se juntar a esse encontro”, comenta o gerente de Cultura do Sesc Pernambuco, Rudimar Constâncio.

 

Durante os três dias de realização, o Congresso espera reunir virtualmente duas mil pessoas em três conferências, 12 mesas com 34 palestras, ao vivo ou gravadas com exclusividade para a iniciativa, e com debates e conversas com os ministrantes ao final de cada uma delas. Além delas, a programação também contará com lançamento de livros, passeios virtuais a exposições e livrarias e apresentações culturais regionais. Os participantes terão direito a certificado comprovando presença no evento.

 

No dia 26 de outubro, abertura do evento, a programação vai começar às 8h30. Após as solenidades iniciais, o público poderá assistir à sessão de homenagem a Angel Vianna e Madre Armia Escobar. Depois, o filósofo e professor Leonardo Boff fará a primeira conferência do evento, com “Experiências criadoras: (des)memórias nos desafios do presente. O encerramento da programação deste dia será uma live show com o Grupo Bongar (Olinda-PE).

 

Na quarta (27/10), os destaques da programação são a mesa “Madre Escobar: um discurso de amor e arte/educação”, comandada por Fernando Augusto (Mamulengo Só-riso – PE), João Denys (UFPE) e Padre Marcelo Barros (PE), e a presença do teatrólogo, ator e diretor do Grupo Tá na Rua, Amir Haddad, que vai falar sobre “A Arte e a Ocupação Cultural em espaços abertos”.

 

No último dia de Congresso (28), a abertura vai se dedicar à vida de Angel Vianna. Maria Alice Poppe (UFRJ), Ana Vitória Freire (FAV/Brasil) e Hélia Borges (FAV/Brasil) vão falar sobre o legado da homenageada. Já a última conferência da programação será com João Candido Portinari (Projeto Portinari – RJ) falando sobre “Educação Como Poíeses: Candido Portinari e o ensino de arte no Brasil”. Encerrando o evento, a cantora Lia de Itamaracá fará um show online e ao vivo. Nesses dois dias de Congresso, a programação inclui ainda a realização simultânea de mesas temáticas.

 

De acordo com o professor Everson Melquíades, do Centro de Educação da UFPE, a universidade organiza o evento, em parceria com o Sesc, desde a primeira edição, em 2008. “Isso só é possível através da atuação de professores, técnicos e estudantes da nossa universidade nessa empreitada artístico-pedagógica. O congresso projeta as duas instituições no cenário internacional da arte/educação, através de uma rede de formação estabelecida a partir de laços de fraternidade e cooperação mútua entre os arte/educadores brasileiros e estrangeiros”, afirma o docente que participa da coordenação do evento, como representante da UFPE.

 

Cursos – Com o objetivo de promover melhor experiência aos participantes, os cursos serão realizados após o Congresso. A primeira etapa deles vai acontecer entre os dias 3 e 5 de novembro, com aulas ao vivo, e a segunda parte, com aulas gravadas, de 6 a 15 do mesmo mês. Eles são divididos por turnos, tendo opções pela manhã, tarde e noite, nas linguagens de artes visuais, audiovisual, teatro, dança, música, circo, literatura e outras pedagogias. Cada formação terá 20h de duração.

Além dessas atividades, os participantes inscritos terão acesso a formações do Sebrae, que participa pela primeira vez do evento. Serão dez cursos que estarão liberados durante a realização do evento para que as pessoas acessarem a qualquer momento. “O Congresso vem se consolidando no mercado, e a sua sétima edição traz uma programação intensa em inovação e temas relevantes, os quais serão discutidas por profissionais especializados que compreendem profundamente à arte como instrumento de formação do indivíduo. O Sebrae se conecta ao evento e contribui com o intercâmbio de experiências de empreendedorismo, trazendo reflexões sobre a visão de negócio da arte e cultura, e ainda a educação empreendedora”, comenta Adriana Côrte Real, diretora técnica do Sebrae-PE. Entre os temas das videoaulas, estão “As habilidades socioemocionais”, “Canvas You”, “Propósito”, “Formação de mentoria para professores”, entre outros.

Serviço: Congresso Internacional Sesc de Arte/Educação

Inscrições e informações: http://congressoarteeducacao.sescpe.com.br

Data: 26 a 28 de outubro

Valor: R$ 140 para o público geral e de R$ 70 para comerciários e dependentes com o cartão do Sesc atualizado, estudantes, professores e técnicos administrativos da UFPE; R$ 105 para empresário associado; R$ 126 para empresário do setor de bens, serviços e turismo

Programação – mesas:

 

Quarta-feira (27): “Economia Criativa e Gestão Cultural: O que isso tem a ver com Arte/Educação?”, com Cláudia Leitão (UECE – CE), Galiana Brasil (Itau – SP) e Chiqui Gonzalez (Argentina); “Mediação Sociocultural Como Experiências Criadoras”, com José Eustáquio (Centro de Referência Paulo Freire- SP), Renato Rocha (NAI – RJ) e Rosalinda Cáceres (UNAM – México); “Experiências e criação nos lugares, entre lugares e não lugares”, com Amanda Pacotti (Rosário – Argentina), Jailson Souza e Silva (Instituto Maria e João Aleixo/UNIperiferias) e Jorge Melguizo (Consultor, Medellín)”; “Tecnologia, Empreendedorismo e Inovação: na criação das (des)memórias em arte/educação”, com Fernanda Cunha (UFG-GO), Célio Pontes (Proscenium – Teatro Jogo) Vicent Carelli (Vídeo nas Aldeia – PE);  “(Des)memórias de Formação de Arte/Educadores e Políticas Públicas”, com Narciso Teles (UFU – MG), Analice Dutra (FACED/UFRGS) e Fábio Rodrigues (URCA – C); e “Quando a Diferença Indaga a Arte/Educação Contemporânea?”, com Dodi Leal (UFSB – BA) e Leonardo Moraes Batista (Departamento Nacional/Sesc – RJ).

 

Quinta-feira (28): “Desafios para a Arte/Educação Intercultural e o pensamento pós-colonial”, com Elisa Pankararu (UFPE), Bruno Ribeiro (PB) e Tiganá Santana (USP – SP); “Inclusão e Acessibilidade Cultural: por uma Arte/Educação para Todos”, com Rodrigo Cunha (IFPB) e Cláudio Rubino (Instituto Tomie Ohtake – SP); “(Des)memórias Históricas em Arte/Educação”, com Ana Mae Barbosa (USP/Anhembi/Morumbi – SP), Isabel Marques (Caleidos Cia. De Dança – SP) e Ingrid Koudella (USP – SP); e “Cinema e Educação Remota: alternativas de descontinuidades do projeto colonizador”, com Adriana Fresquet (CINEAD/UFRJ – RJ). A última conferência da programação será de João Candido Portinari (Projeto Portinari – RJ), falando sobre “Educação Como Poíeses: Candido Portinari e o ensino de arte no Brasil”.

spot_img

Faça seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img

Siga-nos!

2,198FãsCurtir
148SeguidoresSeguir
5,790InscritosInscrever

Últimas postagens