spot_img

Quase 900 portuários são vacinados no 1º dia da segunda etapa de imunização contra a covid-19 em Suape

 

Quatro mil doses da AstraZeneca serão disponibilizadas para a categoria profissional pela Secretaria Estadual de Saúde até o dia 3 de setembro.

Os trabalhadores portuários começaram a receber a segunda dose da vacina da AstraZeneca contra a covid-19 desde as 8h desta quarta-feira (25), seguindo cronograma elaborado pela administração do Complexo Industrial Portuário de Suape. O número de vacinas aplicadas foi de 872 doses de um total de 4 mil disponibilizadas pela Secretaria Estadual de Saúde para o público formado por funcionários dos operadores portuários, terminais, trabalhadores avulsos, práticos, equipes dos órgãos intervenientes, das agências de navegação, dos estaleiros, da Concessionária Rota do Atlântico e pessoal administrativo do atracadouro. A ação continua nesta quinta (26) e sexta-feira (27), e nos dias 1, 2 e 3 de setembro. O atendimento vem sendo realizado no Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO – Suape), das 8h às 15h.

Imunizado logo no começo da manhã, José Floro, funcionário da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), demonstrou alívio ao receber a segunda dose da vacina. “Eu fico feliz em ter tido a oportunidade de ser vacinado e agora estar completamente imunizado. Essa ação do Porto de Suape é muito importante, porque temos contato direto com pessoas do mundo inteiro. Estando imunizados contra a covid-19, ficaremos mais tranquilos e seguros em nosso ambiente de trabalho”, comentou.

O mesmo sentimento foi compartilhado pela inspetora naval da Capitania dos Portos de Pernambuco Marcella Rodrigues Vila Nova. “A segunda dose é importante para que a gente consiga se proteger e dar continuidade à vacinação da população. Estamos gratos ao porto, que promoveu essa campanha para que todos fossem imunizados. As pessoas estão ávidas para completar a imunização”, ressaltou, acrescentando que passará a atuar com mais segurança na fiscalização de navios que atracam nos Portos do Recife e de Suape.

Para ter direito à vacinação, o trabalhador portuário foi orientado a comparecer ao local na data programada e apresentar documento com foto e CPF, além do cartão da primeira dose. Eles foram divididos em grupos por dia para facilitar a aplicação e não provocar aglomeração. O atendimento vem sendo administrado pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ipojuca, município onde está localizado o porto e a administração da estatal.

Essa campanha é apenas para administração da segunda dose da AstraZeneca e para quem tomou a primeira no mesmo local. O trabalhador portuário que recebeu a primeira dose fora do calendário, por motivo de viagem ou doença, só poderá completar o esquema vacinal após 60 dias da aplicação inicial.

“A vacinação é muito importante para os portuários, que estão na linha de frente do trabalho de abastecimento dos insumos para todo o Estado, assim como para toda a população. É pelo porto que muitos produtos chegam à casa dos pernambucanos e, por isso, esse grupo precisa estar seguro. Estamos muito confiantes e a adesão no primeiro dia da imunização foi bastante positiva, com um total de 872 profissionais completamente imunizados”, comemorou Jorge Vieira, diretor de Administração e Finanças de Suape.

Assim como aconteceu na primeira dose, o OGMO – Suape cedeu o local, dentro da área portuária, para a montagem da estrutura onde estão sendo administradas as doses da vacina. Foram instalados um toldo, cadeiras com distanciamento necessário ao isolamento social, entre outros equipamentos para proporcionar conforto aos trabalhadores.

 

Clique na imagem para escolher um dos planos e venha falar conosco.         

spot_img

Faça seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img

Siga-nos!

2,198FãsCurtir
148SeguidoresSeguir
5,800InscritosInscrever

Últimas postagens