spot_img

Secult-PE e Fundarpe dão posse aos novos membros do Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco

O Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secult-PE e da Fundarpe, empossou nesta última quarta-feira (14), em uma cerimônia virtual pelo Google Meet, os novos membros do Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco (CEPC/PE). Eleitos por meio de um processo democrático e transparente, que contou com a participação de 501 eleitores durante todo o mês de maio, os 40 conselheiros da sociedade civil (20 titulares e 20 suplentes) representam os mais diversos segmentos culturais do Estado e vão atuar no biênio 2021-2023.

“É um novo momento para a política cultural de Pernambuco, que é nacionalmente conhecido pela sua gestão inclusiva, participativa e sempre aberta ao diálogo com a sociedade civil. Esses novos membros do CEPC/PE irão nos ajudar a pensar/formular/implementar ações para a cadeia produtiva do Estado nos próximos dois anos e, seguindo o que está apregoado no Sistema Nacional de Cultura (SNC), desenvolver políticas, programas, projetos que estimulem e fortaleçam o campo da cultura”, disse o secretário Gilberto Freyre Neto, durante a cerimônia.

“A posse dos novos conselheiros do CEPC/PE reafirma o nosso compromisso em ouvir e incluir os representantes da sociedade civil nos principais debates sobre a política cultural do Estado. É um passo importantíssimo para a consolidação de uma gestão democrática, uma meta permanente do Governo do Estado em conjunto com os mais diversos segmentos culturais pernambucanos”, ressalta o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto.

Além da posse dos 40 conselheiros (confira a lista completa abaixo), o evento foi marcado pela eleição do presidente e do vice-presidente do CEPC/PE, respectivamente, Jocimar Gonçalves da Silva (representante do Segmento Movimentos Sociais, Comunitários e de Direitos Urbanos, de Mídia Livre, de Juventude e Estudantil) e Matheus José Nicolau de Oliveira Lins (representante da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade). “Neste ano, tivemos uma renovação de 70% nos assentos da sociedade civil no CEPC/PE. Eles trarão um fôlego novo ao trabalho desenvolvido anteriormente pelos conselheiros da gestão passada. Junto à equipe da Secult-PE e Fundarpe, a intenção é construirmos cada vez mais políticas públicas que garantam o direito e o acesso de toda a população pernambucana à cultura”, diz o presidente do CEPC/PE, Jocimar Gonçalves.

CEPC/PE – O Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco é um órgão colegiado, propositivo, consultivo e deliberativo, instituído pela Lei nº 15.429, de 22 de
dezembro 2014 e regulamentado pelo Decreto nº 41.777, de 27 de maio de 2015, com jurisdição em todo o território pernambucano. Vinculado à Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE), o CEPC/PE tem por finalidade proporcionar a participação democrática da sociedade no desenvolvimento de políticas, programas, projetos e ações conjuntas no campo da cultura, por meio da gestão compartilhada entre o Governo do Estado e a sociedade civil, em conformidade com os princípios e as diretrizes do Sistema Nacional de Cultura (SNC).

O Colegiado do CEPC-PE é composto, de forma paritária, por 40 (quarenta) membros titulares e igual número de suplentes, designados por ato do Governador do Estado, distribuídos da seguinte forma: 1- 20 conselheiros representantes da sociedade civil, na forma de titulares e respectivos suplentes, eleitos pelos seguintes segmentos, em fóruns específicos; 2- 20 representantes do Poder Público, na forma de titulares e respectivos suplentes, designados por órgãos estaduais e municipais.

PROCESSO ELEITORAL – A eleição do CEPC/PE foi realizada em duas etapas: 1) habilitação dos eleitores e dos candidatos; 2) fase de votação, que foi completamente virtual, por meio da plataforma Prosas. A fase inicial habilitou 829 agentes culturais, dentre candidatos e eleitores. Na segunda fase, os habilitados puderam votar nos candidatos indicados para cada segmento e área cultural, por meio de fóruns setoriais específicos. Foram eleitos:

REPRESENTANTES DA SOCIEDADE CIVIL

Arquitetura e Urbanismo
– Bruno Firmino Costa da Silva (TITULAR)
– Augusto Ferrer de Castro Melo (SUPLENTE)

Artes Visuais
– Elimar Pereira da Silva (TITULAR)
– Weldjane Mary Régis de Araújo (SUPLENTE)

Artesanato
– Nivaldo Jorge da Silva (TITULAR)
– Sandra Arlinda da Silva (SUPLENTE)

Audiovisual
– Cynthia Gomes Falcão Pereira (TITULAR) – DESIGNAÇÃO

Circo
– Maria de Fátima Pontes (TITULAR)
– Ira Gerdenia Vasconcelos Alves (SUPLENTE)

Dança
– Danilo Carias do Nascimento (TITULAR)
– Marcos Aurélio Soares de Souza (SUPLENTE)

Design e Moda
– Cristiana Leal de Lacerda Pires (TITULAR)
– Daniela Vasconcelos de Oliveira (SUPLENTE)

Gastronomia
– Jackson Eduardo da Silva (TITULAR)
– Thaynna Leocádio Trajano Lacerda Sousa (SUPLENTE)

Literatura
– Fábio Alexandre Melo Ferreira (TITULAR)
– Israel Ubaldo Vasconcelos Neto (SUPLENTE)

Música
– Isaías Rafael da Silva (TITULAR)
– Gabriela de Almeida Apolônio (SUPLENTE)

Teatro e Ópera
– Feliciano da Silva (TITULAR)
– Jéssica Mayra de Cavalcanti e Soares (SUPLENTE)

Cultura popular de matriz ibérica
– Lourival Rodrigues de Oliveira (TITULAR)
Rafael Farias Almeida (SUPLENTE)

Cultura popular de matriz africana
– Andala Pereira da Silva (TITULAR)
– Claudemir Figueiredo Pessoa (SUPLENTE)

Cultura popular de matriz indígena
– Ana Paula de Santana (TITULAR)
– Elvis Ferreira de Sá (SUPLENTE)

Produtores Culturais
– Djaelton Quirino dos Santos (TITULAR)
– Wagner Staden de Vasconcelos Egito (SUPLENTE)

Pontos de Cultura
– Cleonice Maria dos Santos (TITULAR)

Movimentos Sociais, Comunitários e de Direitos Urbanos, de Mídia Livre, de Juventude e Estudantil
– Jocimar Gonçalves da Silva (TITULAR)
– Wallace de Melo Gonçalves Barbosa (SUPLENTE)

Zona da Mata
– Paulo Ferreira da Silva (TITULAR)
– Carlos Eduardo Sales de Melo (SUPLENTE)

Agreste
– Márcia Félix da Silva Cortez (TITULAR)
– Lucivan Max dos Santos Herculino (SUPLENTE)

Sertão
– Sebastião Valério de Carvalho Costa (TITULAR)
– Fernando Pereira de Araújo (SUPLENTE)

REPRESENTANTES DO PODER PÚBLICO

Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE)
– Gilberto de Mello Freyre Neto (TITULAR)
– Silvana Lumachi Meireles (SUPLENTE)

Fundação do Patrimônio e Artístico de Pernambuco (Fundarpe)
– Severino Pessoa dos Santos (TITULAR)
– Fernanda Cristina Silva (SUPLENTE)

Secretaria de Educação
– Reginaldo Gomes Salvino (TITULAR)
– Rafaella de Mêlo Cavalcante (SUPLENTE)

Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade
– Matheus José Nicolau de Oliveira Lins (TITULAR)
– João Ricardo Cumarú Silva Alves (SUPLENTE)

Secretaria da Mulher
– Elaine Maria Dias de Santana (TITULAR)
– Raquel Franco Almeida (SUPLENTE)

Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer
– Mattheus Alves de Carvalho Belfort (TITULAR)
– Mel Queiroz Nobre (SUPLENTE)

Secretaria da Casa Civil
– José Maurício Valadão Cavalcanti Ferreira (TITULAR)
– Severino de Almeida Arruda (SUPLENTE)

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude
– Luciana Vieira de Azevedo (TITULAR)
– Luciana Maria Felix de Queiroz Rio (SUPLENTE)

Secretaria de Desenvolvimento Econômico
– Ana Paula Vilaça (TITULAR)
– Larissa Maynara Cruz e Silva (SUPLENTE)

Universidade de Pernambuco (UPE)
– Andréa Bandeira Silva de Farias (TITULAR)
– Carlos André Silva de Moura (SUPLENTE)

Companhia Editora de Pernambuco  (CEPE)
– Edson Ricardo Teixeira de Melo (TITULAR)
– Diogo Guedes (SUPLENTE)

Empresa Pernambucana de Comunicação (EPC)
– Ivanildo Amando Júnior (TITULAR)
– Milena Silvino Evangelista (SUPLENTE)

Arquivo Público do Estado de Pernambuco
– José Evaldo Costa (TITULAR)
– Ana Stella Medeiros de Azevedo Teles (SUPLENTE)

Prefeitura de Olinda
– Alexandre Miranda da Silva (TITULAR)
– Paulo de Araújo Meira (SUPLENTE)

Prefeitura do Recife
– Dirceu Salviano Marques Marroquim (TITULAR)
– Antônio Barbosa de Siqueira Neto (SUPLENTE)

REPRESENTANTE DE PREFEITURA DE MUNICÍPIO DA MACRORREGIÃO DA ZONA DA MATA, INDICADO PELA ASSOCIAÇÃO MUNICIPALISTA DE PERNAMBUCO/AMUPE
– Carolina Ferraz Novaes Gomes Golveia (TITULAR)
– Rafael Souza Nogueira (SUPLENTE)

REPRESENTANTE DE PREFEITURA DE MUNICÍPIO DA MACRORREGIÃO DO AGRESTE, INDICADO PELA ASSOCIAÇÃO MUNICIPALISTA DE PERNAMBUCO/AMUPE
– Sandra Cristina Rodrigues Albino (TITULAR)
– Danila Paula de Oliveira (SUPLENTE)

REPRESENTANTE DE PREFEITURA DE MUNICÍPIO DA MACRORREGIÃO DO SERTÃO, INDICADO PELA ASSOCIAÇÃO MUNICIPALISTA DE PERNAMBUCO/AMUPE
– Augusto Severo Martins da Fonseca (TITULAR)
– José Edygar dos Santos Xavier (SUPLENTE)

spot_img

Faça seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img

Siga-nos!

2,198FãsCurtir
148SeguidoresSeguir
5,810InscritosInscrever

Últimas postagens