spot_img

Socioeducandos em Arcoverde participam de mais duas oficinas profissionalizantes

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) ofertou, ao longo desta semana, oficinas profissionalizantes para dez dos 16 adolescentes em internação em Arcoverde pela prática de atos infracionais. Os alunos participaram de aulas práticas de Encadernação Manual Artística e de Artesanato em Feltro dentro das instalações da instituição. Os instrutores das atividades foram agentes socioeducativos. A certificação será feita pelo Centro de Integração Empresa-Escola de Pernambuco (CIEE-PE).

Na oficina de artesanato em feltro, por exemplo, os socioeducandos confeccionaram chaveiros utilizando materiais como cola quente, panos de diversas cores e tesouras sem pontas. Além de aprenderem novas técnicas, os alunos foram estimulados a exercitar a criatividade e a coordenação motora. Já na oficina de encadernação, os cinco jovens participantes produziram agendas e blocos de nota. O material produzido fica à disposição da unidade socioeducativa, para familiares dos adolescentes e funcionários. No fim dos cursos, o certificado, entregue a quem concluir, ao menos, 75% da carga horária, será correspondente a 20 horas/aula.

De acordo com Paula Cibele, coordenadora geral do Case/Cenip Arcoverde, unidade da Funase no município, oferecer oficinas que estimulem a criatividade neste período de pandemia tem sido fundamental durante o período de internação dos adolescentes. “As oficinas trouxeram entusiasmo aos adolescentes e força de vontade em aprender coisas novas. Dar oportunidades de crescimento pessoal a eles é muito gratificante. Queremos agradecer ao Eixo Profissionalização da Funase pela parceria”, ressaltou.

spot_img

Faça seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img

Siga-nos!

2,198FãsCurtir
148SeguidoresSeguir
5,820InscritosInscrever

Últimas postagens